Vida indevida? As acções por wrongful life e a dignidade da vida humana.

Metadatas

Date

June 1, 2010

type
Language
Identifier
Organization

SciELO

License

info:eu-repo/semantics/openAccess


Keywords

Vida errada nascimento indevido responsabilidade médica

Cite this document

Fernando Dias Simões, « Vida indevida? As acções por wrongful life e a dignidade da vida humana. », Tékhne - Revista de Estudos Politécnicos, ID : 10670/1.mu1b84


Metrics


Share / Export

Abstract 0

No presente artigo analisamos o problema de saber se uma pessoa que encare a sua própria vida como um dano pode apresentar uma pretensão indemnizatória contra o profissional médico que permitiu o seu nascimento (wrongful life). A doutrina maioritária defende que a atribuição de uma indemnização pressuporia reconhecer à pessoa um “direito a não nascer”, entendendo que tal direito não existe. No entanto, neste tipo de acções não é a vida, em si mesma, que consubstancia o dano, mas sim a vida com deficiência. Entendemos que as acções de wrongful life não contendem com a indisponibilidade da vida humana, sendo justamente o respeito pela dignidade da vida humana a impor a atribuição de uma indemnização que assegure uma vida com um mínimo de condições.

From the same authors

Similar documents